logo
Bem-vindo! Para ver todas as funcionalidades deve Entrar or Registrar.

Notification

Icon
Error

Novo Tópico Publicar Resposta
Opções
Ir para a última participação Ir para o primeiro não lido
admin  
#1 Enviado : segunda-feira, 25 de maio de 2015 09:24:10(UTC)
Retweet Citação
admin

Classificação: Administration

Reputação:

Grupos: Administrators
Desde: 13-01-2015(UTC)
Envios: 124

Foi agradecido: 6 vez(es) em 6 post(s)

A agricultura familiar abastece cerca de 70% da população mundial e ajuda à sobrevivência de milhões de famílias. Em Portugal, de acordo com os Censos de 2009, a agricultura familiar - entendida enquanto explorações com dimensões até cinco hectares - representa mais de 70% da produção agrícola total.

A agricultura familiar constitui a base do modelo multifuncional da agricultura europeia e a Comissão, o Conselho e o Parlamento Europeu têm vindo a salientar a importância do seu contributo não só na produção de bens alimentares e de serviços públicos, mas também o papel que desempenha nas zonas rurais pela elevada estabilidade estrutural e social que aporta aos territórios, pela enorme relevância destas estruturas na criação de emprego local e na garantia dos rendimentos familiares, verificando-se, mesmo, um forte incremento de fixação de jovens no setor. O PRODERapoiou, por exemplo, a instalação de 9000 jovens agricultores, a grande maioria dos quais nos últimos 3 anos, segundo Filipa Horta Osório, Subdiretora-Geral de Agricultura e Desenvolvimento Rural.

No entanto, são muitos e variados os desafios que se colocam à sustentabilidade da agricultura familiar, tais como  o acesso à terra, a estruturação fundiária, o rejuvenescimento do tecido empresarial assente na sucessão entre os membros da família, o acesso à informação e a capacidade de resposta aos desafios tecnológicos e à inovação, ou, ainda, o acesso aos mercados e a capacidade de negociação e integração das pequenas produções na cadeia de valor alimentar. De forma a defender os direitos e a dar garantias a quem trabalha na agricultura familiar, a Confederação Nacional da Agricultura (CNA) tem defendido criação do 'estatuto da agricultura familiar portuguesa' e a sua integração no Programa de Desenvolvimento Rural (PDR) 2020.

Qual é a sua opinião sobre a criação deste estatuto? Considera que a sociedade e o Governo devem reconhecer a importância da agricultura familiar, atribuindo "direitos e condições" aos agricultores, para que eles possam trabalhar nas suas terras e, por essa via, possam dinamizar as economias locais, combater a desertificação do interior, proteger o ambiente e preservar espécies agrícolas? Ou há um outro caminho a seguir para privilegiar este modelo agrícola?

Usuários visualizando este tópico
Novo Tópico Publicar Resposta
Ir para o Fórum  
Você pode adicionar novos tópicos neste fórum.
Você pode responder a tópicos deste fórum.
Você pode excluir suas participações deste fórum.
Você pode editar suas participações neste fórum.
Você não pode criar enquetes neste fórum.
Você pode votar em enquetes neste fórum.